sexta-feira, 2 de março de 2007

Nacala



Estou escrevendo diretamente de Nacala. Chegamos ontem de manhã! Já passamos um mês em Moçambique, mas estávamos em Inhaminga, parte central de Moçambique. Depois de uma viagem de mais ou menos 14h, chegamos ao lugar onde estaremos em casa pelos próximos anos.

O lugar aqui é lindo. O terreno da escola é bem grande e já existem algumas construções: a sala de aula, 4 dormitórios, escritório, cozinha e refeitório. Tudo é simples, mas muito bonito. Do outro lado da rua é onde moramos. Há duas casas, a cozinha em construção e um trailer, onde os diretores da missão vivem quando estão aqui. Uma das casas é nossa e a outra é do Jeff e Nicky, diretores dessa escola em Nacala. Elas são pequenas, só um quarto (que serve tb de sala, sala de jantar e quarto) e um banheiro, mas bem arrumadinhas são muito agradáveis. Temos uma varanda na frente de cada uma delas, que dá para o uma descida e lá a frente o mar. Agora descobri que esse não é o oceano, é uma bahia. Se você olhar num mapa de Moçambique, na região costeira norte, você pode ver uma entrada que o mar faz, formando uma bahia. Nós estamos nessa parte de terra que é tipo uma península, e através da bahia podemos ver o continente. O mar ali embaixo é calmo como um lago e dizem que a praia é linda, de areia e perfeita para nadar. Sim, “dizem” porque ainda não tivemos tempo de descer e ver tudo isso.

Chegamos em Nacala mais ou menos 11h ontem de manhã. Tínhamos viajado o dia todo no dia anterior, de Inhaminga a Nampula. Dormimos lá e, depois de fazer algumas coisas de manhã na cidade, viemos para Nacala – mais ou menos duas horas de viagem. Almoçamos na casa da Deborah (filha do Rod e Ellie) e do Chris. Foi tão bom revê-los. O Gabriel, filho mais velho deles já tem 3 anos e é uma graça. Fala sem parar, mesmo que somente 10% do que ele fala é inteligível! Toda vez que ele passa pela Dora ele diz: “Hi!” e desata contar histórias que nem eu entendo. Depois de ver que a Dora não entende NADA mesmo, ele começou a fazer vários barulhos, para ver que isso ela entendia melhor que as palavras. Hehe... ele é uma gracinha! Chris e Deborah estarão saindo para Zimbabwe amanhã, pois ela está para ganhar nenê lá. Eles moram numa casa dentro da cidade de Nacala e estão aqui para montar uma Escola Vocacional para Moçambicanos cristãos, especialmente para aqueles que se converteram do islamismo e não têm o apoio da família. Escreverei mais para frente sobre a visão deles, pois é muito boa!

Na tarde de ontem arrumamos toda a casa e a tardezinha Deborah e Chris vieram me buscar para nadar (porque ninguém é de ferro, né?!). A Dora não quis ir, acho que era muito inglês para a cabeça dela. Mas nós fomos numa praia há uns 10 minutos daqui pois o barranco da praia da escola é muito íngrime para a Deborah descer grávida. Foi bom passar um tempinho com eles e conversar um pouco antes de irem embora por algumas semanas.

Hoje de manhã fomos para o centro de Nacala, mais ou menos 15 minutos de carro da nossa casa. Tem muitas lojas e pudemos comprar a maioria das coisas que precisávamos. Nacala não é tão grande quanto Beira, mas é bem maior do que Inhaminga. As pessoas das lojas são muito educadas (a maioria chineses, indianos e portugueses) e atendem bem – o que é muito diferente de Beira.

As aulas começam na segunda-feira que vem. Por enquanto o único moçambicano nos ajudando na chegada dos alunos será Jorge. Ele é de Pebane, foi aluno em Inhaminga em 2003, nos acompanhou em saídas de evangelismo em Pebane e Milange em 2004 e agora é o responsável pelos alunos aqui. Acho que vai ser bastante coisa para fazer, mas vai ser bom.

Não tivemos tempo de visitar a população que vive ao redor da escola, mas quero fazer isso em breve. O nome do bairro onde estamos é “Muzuane” e é bem populoso. Ao redor da escola não tanto, pois são propriedades de turismo, indústria etc – todas começando a construir agora. Mas Nicky disse que há 10 minutos a pé da escola chegamos a uma área muito populosa, onde eles já começaram um grupo pequeno e há vários convertidos.

Daqui alguns minutos teremos uma reunião de equipe e acho que começaremos a planejar os próximos dias e semanas. Ainda não tenho internet em casa, mas estarei usando a lan house da cidade sempre que possível, por isso não me abandonem, escrevam!

Não se preocupem com nossa segurança, pois temos uma super guarda na nossa varanda: Dona Morgana!

2 comentários:

Débora A. disse...

Sukita, quero uma casa "simprinha" desta num lugar básico deste!!! rs Tem jeito?!

Bjs p/ 2. Lembro sempre de vcs...
Continuem com Deus!

Doveseyes disse...

Que lindinha sua casa nova!!! Muito legal ter lan house aí né?
Mas quer dizer que Nacala é 14 horas de Inhaminga? Caramba! Esse é o aeroporto mais próximo?
Saudades! beijos!