terça-feira, 27 de dezembro de 2005

SUKA NEWS - FIM DE ANO

Viver com Deus nunca é chato ou entediante. Pode ser desafiador, cheio de aventuras, ou ainda uma caminhada dura e dolorida, mas nunca entediante.

“Acho que nunca pensei em tantos assuntos, meditei em tantos conceitos como tenho feito esse ano. Sinto que meus fundamentos se fortaleceram desde o início de 2005.”

Escrevi essa frase acima na minha agenda, e é um pequeno resumo do meu ano. Agora não há incerteza, nem consigo duvidar que a vontade de Deus realmente era que eu passasse esse ano no Brasil. Posso ver como ele me desafiou, abalou muitas coisas dentro de mim, fortalecendo o que eu creio e para que eu tivesse ainda mais certeza sobre o que ele quer para minha vida. Esse processo se deu através das muitas portas que ele abriu, oportunidades que me deu de aprender e compartilhar com outros.

Ajudar papai no curso, planejar diferentes encontros, participar desses mesmos encontros, viajar e falar em diferentes igrejas e, mais do que tudo, passar tempo com pessoas preciosas que Deus colocou ao meu redor nesse tempo, foram algumas ferramentas importantes que Deus usou para me moldar um pouco mais e me transformar naquilo que ele sonha que eu seja.

Conforme 2005 chega ao fim, minha mente está cheia de pensamentos e planos para o futuro. Mas antes de escrever sobre esses planos, vou contar um pouco do que aconteceu desde minha última carta.

continuando...

E agora, à melhor parte, os planos...

Quando voltei de Moçambique no início desse ano, eu sabia que voltaria para África. Não sabia quando ou como, mas que eu voltaria. Com o passar do tempo, isso se tornou ainda mais certo e claro. Tudo que eu via ou ouvia eu pensava “Como poderia aplicar isso à igreja em Moçambique?” Eu tinha que voltar, e não devia mais tardar em falar com o Rod e a Ellie (diretores da missão) sobre isso. Falei com eles, e aos poucos meus pensamentos abstratos foram tomando forma e cor. Conclusão: estarei voltando para Afrika Wa Yesu, em Moçambique no início de 2007.

Meus planos são de trabalhar com Jeff e Nicky Reetz que estão abrindo um novo centro de treinamento em Nakala, norte de Moçambique. Eu amo Inhaminga, onde passei três anos, mas me senti muito desafiada com esse novo lugar, um trabalho pioneiro, no meio de uma maioria muçulmana. Vou ajudar com a escola bíblica e também trabalhar com jovens, no discipulado, planejando conferências nas vilas da área e talvez no futuro passando mais tempo nas vilas onde ainda não existem igrejas. Só de escrever isso fico tão animada que quero viajar amanhã mesmo! Mas antes de ir, há muitas coisas que precisam acontecer!

Um dos motivos porque voltei para o Brasil foi que queria mais preparo em áreas práticas que eu pudesse usar para ajudar pessoas lá. Eu queria fazer um curso técnico de enfermagem. Mas falando com várias pessoas, percebi que eu não deveria fazer só um curso normal, porque eu não queria tanto o conhecimento usado nos hospitais. Eu queria aprender o que fazer quando não há hospitais, médicos ou ambulâncias por perto, o que é a situação das vilas que visitamos em Moçambique! Então encontrei um ótimo curso em Brasília, em janeiro e fevereiro do ano que vem. É uma missão que está oferecendo e foi formulado justamente para pessoas que querem ir para África, então acho que vou aprender exatamente o que quero. Ainda não sei se vai ser o suficiente (apesar de ser intensivo, são só dois meses), mas acho que vai ser um bom começo, e não achei outro curso acessível do jeito que eu queria.

Depois desse curso vou estar levantando meu sustento para poder voltar para Moçambique. Sei que muitas pessoas têm o coração em missões e gostariam de contribuir com a obra de Deus em Moçambique. Estou confiando que Deus me colocará em contato com as pessoas certas e os recursos virão no seu devido tempo!
De volta ao pensamento inicial dessa carta, servindo ao Deus que nos criou, cheio de planos como ele é, como podemos viver um vida chata?!
Minha oração é que cada um de vocês ouça Sua voz, sinta Seu direcionamento e encontre o sentido da vida nEle, todos os dias! Esse é o verdadeiro viver!

Quero ouvir de cada um de vocês!

A serviço dEle,
Com muita Alegria,

Susana Walker.

domingo, 4 de dezembro de 2005

Pensamentos da madrugada!

Era para ser um tempo difícil, um daqueles em que eu tenho que decidir muitas coisas em pouco tempo. Pensar, planejar, ver opções, descartar idéias, ter novas iniciativas, deixar os caminhos antigos, "get out of the comfort zone"! Às vezes é empolgante, às vezes stressante!

Mas interessante, dessa vez, estou feliz, estou calma, estou "taking one baby step at the time", como diria o Shrek! Sei que momentos de stress virão. Talvez vou olhar para trás e ver o que deveria ter feito, ou em que deveria ter me esforçado mais! Mas do que adianta, por mais que eu me esforce agora, esses pensamentos sempre exisitirão! O que resta então? Com responsabilidade viver cada dia "as it is" e deixar o que não coube no HOJE para AMANHÃ, afinal, sempre há um!

Apesar de ainda me frustrar por ver que minhas prioridades mentais nem sempre funcionam no meu dia a dia, provando que estão longe de ser minhas prioridades reais, sei que estou numa caminhada, cada dia um novo passo, uma nova aprendizagem, com pessoas preciosas ao redor e momentos imperdíveis para viver! Não posso me queixar, Deus tem sido bom demais para mim!

Sonho... sonho tanto, com o que não conheço!
Sinto saudades... daquilo que ainda nem experimentei!
Como pode ser isso? Que coisa estranha!
No natural e no espiritual!
Talvez por motivos diferentes!
Que coisa estranha...

Cada dia me conhecendo melhor, aprendendo a lidar comigo mesma, com Deus e com os outros!
Feliz, empolgada, assustada, temerosa, corajosa, prostrada...
... and life goes on!

quarta-feira, 16 de novembro de 2005

Heavenly Daddy speaking...

Haven't I said it, will I not accomplish it?
Haven't I promised it, will I not fulfill it?
Haven't I been faithfull over and over again?
I am faithful, I will finish my work.
And even now I am working, I am at work!
I will make you more like me, I will do all I want in you.

Remember when you prayed sincerely that you wanted me not to give up on you?
So, I heard your prayer, and I won't give up on you.
I will close your ways, I will deal with you until in you there will be only me.
It will heart, but you asked for it, haven't you!?
I will deal with your pride, I will break it, until I can shine through you,
I will not give up.

I've called you to love uncondicionally,
As I have loved you, you can love others.
I haven't called you so people will love you,
But for you to love them independently from their thoughts or feelings for you.
That kind of love will bring them to me.
Love intensily, deeply, wholly,
Not with second intentions,
With no strings attached.
Just LOVE!!

quinta-feira, 10 de novembro de 2005

Some disconected thoughts...

Por que quando pensamos só em nós mesmos, nos esquecemos dos outros e nos sentimos tão secos? Como é bom quando caímos em nós mesmos, e mesmo em meio ao desgosto conosco mesmos sentimos a graça de Deus retornar e o amor voltar a operar em nossos corações.
É como chuva que vem do alto a compaixão derramada por Deus em nossos corações por irmãos, amigos ou simples conhecidos. Só quando amamos os outros sabemos realmente que somos amados por Deus incondicionalmente.
Oh, quão bom, quão maravilhoso é quando nosso foco volta a Deus e sabemos realmente porque fomos criados e vemos o verdadeiro sentido da vida que vai muito além de tantas coisas materiais passageiras!


Questionar é diferente de preocupar e pedido, diferente de ansiedade. Quando questionamos ou pedimos algo a Deus podemos então descansar, podemos confiar. É a vez de Ele falar, guiar, direcionar e tomar conta. A sequência de pedir, de questionar é confiar, descansar.


"I don't agree!"

"Actually, yes, I do!"

You see, when you shut up, wait and listen you might just understand something you didn't at first, a minute ago.

"Humbleness is the road to knowledge!"

quarta-feira, 26 de outubro de 2005

More about 7 things

Essas 7 coisas me fizeram pensar...

... descobri que sou super não-mídia. Não consigo pensar em 7 músicas atuais seculares, nem me lembro do nome de 7 cute celebrities, por isso foi impossível escolher os que eu mais gosto.

Mas agora falando de algo mais sério:

... descobri que há muitas coisas que I cannot do. Na verdade, são poucas coisas que eu acho que cannot do, mas são muitas coisas que eu realmente cannot do... entendeu? É que desde pequena, tudo o que eu vejo, eu penso: "Se eu realmente quisesse fazer isso, eu poderia! Mas eu não quero!" haha... super confiante, né!? Mas quanto mais vivo, mais "amadureço" (haha, piada), mais descubro coisas que eu REALMENTE cannot do!

Além das 7 coisas que já coloquei... algumas outras que pensei depois...

- I cannot sing

- I cannot dance

- I cannot work in something I don't beleive in (descobri isso dando aula de inglês - a não ser que eu precise fazer algo para sobrevivência, não conseguiria nunca trabalhar em algo que eu não acredito que fará algo de bom para outras pessoas, ou em algo em que eu acredito)

Essas são só outras três que vieram a mente durante o dia de hoje, mas sei que há muitas outras coisas que estou descobrindo que I cannot do.

terça-feira, 25 de outubro de 2005

7 things...

7 things I plan to do before I die:

* Be closer to God than I am now

* Go back to Africa

* Visit all the countries I can

* Write a book, maybe more

* Get married and have a beautiful family

* Help people in poverty, or during disasters

* Parachute, do rafting and bumgee again, anything else of the sort

7 things I can do:

* Work on the computer, watch TV and talk all at the same time

* Be very busy anywhere, anytime

* Laugh and smile

* Keep in touch with friends (at least in sporadic touch)

* Seek for adrenaline

* Forget things

* Sleep anywhere, anytime, for as long as I want

* Be very coleric when I'm stressed

7 things I cannot do:

* Be bored

* Be mad for too long

* Shut up

* Live dressed up

* Remember everything I have to do

* Don't say what I think

* Lie

7 things that attract me to another person:

* Love for and surrender to God

* Determination

* Transparency/fidelity

* Initiative

* Cavalheirismo (in guys, of course)

* Practicality (praticidade, é isso mesmo?)

* Good sense of humor

7 things I say most often:

* ...queis assim...

* Whatever!

* Tô com sono!

* Ai, ai, cansei!

* O que que eu ia fazer/falar mesmo?

* Deixa eu te contar...

* Eu não concordo!

7 things I hear most often:

* Vc lembrou de...?

* Suuuuu.... vem cá!!

* O que vc tá fazendo da vida?

* Como foi lá na África?

* Vai embora, já?!

* Quanto tempo!!

* Tonta - essa é do Sa!

7 bloggers I am tagging:

* everyone who's in my favorite's links!


PS: I didn't answer all of the 7 things because I couldn't remember songs or celebrity crushes... can't remember names... one more thing I cannot do! hehe...

quarta-feira, 19 de outubro de 2005

PAIN

I really admire people who in pain can still concentrate, focus on God, be closer to Him, and shine His glory. As for me, when I'm in pain, I get the most carnal, irritable, weak and all that kind of "nice" stuff!

I can only admire them, because I can hardly endure myself during days of pain.

quinta-feira, 6 de outubro de 2005

POR QUE NÃO O TODO!?

Olhando para trás o que você vê?
Renúncias, entrega, rendição. O que poderia ser de um jeito (talvez cheio de sucesso para o mundo) segue hoje outro caminho, porque você ouviu a voz de Deus e o obedeceu.

Não há arrependimento por isso e você sabe que fez o certo. De qualquer maneira não há como voltar atrás, ser o que você poderia ter sido, viver esses anos de novo. Mesmo que pudesse você não tem essa vontade! Eles foram como deveriam!

Então por que não entregar tudo agora?
Por que não dar o controle?
Por que não ser 100%?

Isso é patético, é medíocre, não faz sentido... deixar 100% as coisas do mundo, e não agarrar 100% as coisas de Deus.
Você já está "estragada" para o mundo - ele já não te serve, e você nunca mais se encaixará nele.

Então por que não cumprir 100% o propósito de Deus?

Todo potencial que você tem agora é nessa direção, não haverá felicidade, consolo, conforto ou satisfação alguma em qualquer outro lugar.

Então por que não caminhar com tudo para a única porta aberta, o único caminho disponível?
Por que não fechar a porta atrás, queimar os bois sobre a madeira dos carros como fez Eliseu ao seguir Elias?

Por que deixar Elias seguir sozinho seu caminho, se os bois já foram queimados e não a nada para que voltar?

Sentimentos, comodismo, preguiça?
Não faz sentido. Foi isso mesmo que você queimou lá atrás.

Então venha, corra 100% para minha direção,
nada mais importa,
deixe todo embaraço e se renda.
Não se apegue!


Você não é daqui ou não foi para isso que você mudou o rumo da sua vida?

Não há como investir o pouco a que você tem se apegado em nenhum outro lugar!
Então por que não investi-lo também onde você já tem investido todo restante que tinha!?
Não seja como Ananias e Safira, não guarde reservas - mantenha o fogo aceso e queime toda a gordura.

Entregue tudo, pois esse pouco a que você tem se apegado só tem lhe trago frustração e confusão. Nenhum conforto ou alegria.
Entregue-me isso e liberará o verdadeiro conforto e alegria.

NOSSO ALVO É O AMOR

O alvo é o amor! Não há outro alvo nessa vida ou em qualquer outra.
Amar a Deus em primeiro lugar e a nossos irmãos como a nós mesmos é o alvo da nossa vida cristão e o que vai liberar a graça dos últimos dias, revelando Jesus ao mundo.
O que libera esse amor, a chave dele é o quebrantamento que vem por ouvir a palavra em humildade e sinceridade.
Tudo mais é meio, o alvo único é o amor.

Muitas vezes temos feito do meio, nosso alvo. Nossos sonhos, planos, ministérios, viagens, pregações etc, tudo é meio. Podem ser importantes no seu devido lugar, mas nunca serão o alvo em si!

E não podemos ter mais que um alvo, mais que um centro. Imagine uma roda com mais de um centro - impraticável! É assim que somos quando temos outros alvos, quando fazemos dos meios que Deus nos dá, nossos alvos!

Jesus é o centro da sua Igreja...
... e o amor é o nosso alvo!

terça-feira, 27 de setembro de 2005

EU E A LIZAAAA...


E alguém não querendo aparecer... será que tinha culpa no cartório!??

sexta-feira, 16 de setembro de 2005

Eu e o Lucas


Depois de 4 anos, enfim revi meu priminho (agora primão) Lucas, que mora em Boston/EUA. Ele veio visitar o Brasil e deu uma passadinha aqui em Monte Mor. Foi só uma noite, mas foi muito gostoso revê-lo!

Suka News - AGOSTO/2005

“... procurando diligentemente guardar a unidade do Espírito no vínculo da paz, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo” – Ef 4.3,13.

Início do 2o. Módulo do CPP

Se o primeiro semestre desse ano foi de muitas descobertas e revelações, nem sei como descrever o primeiro mês desse segundo semestre. O estilo do curso é bem diferente. Em vez de aulas expositivas (boas para transmissão de novos conceitos, mas limitadas para aprendizagem interativa), as aulas têm sido totalmente participativas. Para cada aula todos os alunos têm de ler um texto, um capítulo ou um livreto, marcando as partes mais importantes, fazendo um fichamento e tirando lições para hoje. Na aula discutimos o que lemos e entendemos, ou não e buscamos chegar a conclusões juntos! Algumas aulas têm sido de muita iluminação, revelação... temos falado sobre coisas que têm chocado nossos conceitos e preconceitos e nos levado a seriamente considerar se o que temos crido até então são verdades absolutas ou estivemos “engolindo moscas” sem muita sabedoria.

Algumas das nossas matérias até agora:

· 3a. Reforma da Igreja – sobre a união da Igreja, ou melhor, a falta dela nos nossos dias. Temos colocado tantas coisas como centrais na vida cristã: interpretações da Bíblia, pessoas, doutrinas etc, quando na verdade a única base para a unidade entre os cristãos é o relacionamento com uma pessoa: Jesus.
A revelação: Jesus é o centro de Sua Igreja e todos os que estão ligados a Ele têm motivo suficiente para estarem ligados uns aos outros.

· Igreja do Século XX – sobre os movimentos de restauração da Igreja nesse período da História, envolvendo Avivamentos e Reformas. Incrível reconhecer como Deus tem restaurado muitas verdades no meio do seu povo, apesar das muitas falhas humanas e da mistura que tem vindo junto com o mover de Deus.
A revelação: Podemos aprender com os erros dos movimentos do passado ao mesmo tempo que recebemos sua contribuição positiva.

· Batismo e Ceia – não são só “ordenanças”, “sacramentos”, são ações que se praticadas com revelação podem gerar vida em nós.

· Ministério da Palavra – Um Ministro da Palavra não é alguém que um belo dia teve uma linda idéia e decidiu contar para os outros, nem alguém que ouviu um lindo sermão e resolveu repeti-lo. Ele é alguém que teve sua vida afetada pela Palavra, ela se encarnou nele (passou a fazer parte dele) e por isso ele pode transmiti-la como uma realidade e não somente como conceitos teóricos verdadeiros.
A revelação: Deus quer usar elementos humanos na transmissão da sua Palavra! Ele é doido!

· Fé e Razão – Deus quer mentes pensantes a serviço dEle!

A cada dia temos entendido um pouco mais do plano e propósito eternos de Deus e isso tem gerado em nós muita oração e clamor pelo que Ele quer fazer nos nossos dias! Temos só uma aula por dia (de 2h a 3h horas), mas MUITA coisa para fazer fora das aulas. Voltei a aprender o que é realmente ESTUDAR, ler muito, escrever muito, pensar muito!

Viagens - AGOSTO/2005

Campestre/MG – Depois de muitos anos fui visitar alguns amigos da minha família de muito tempo. A Aimê, uma aluna do curso, foi comigo e foi muito gostoso passar bastante tempo com ela. A gente tem muitas coisas em comum, mesmo sendo bem diferentes em outras e nos damos muito bem!
A Ana, que morou na nossa casa há uns 15 anos, e sua família nos receberam tão bem em sua casa. Falamos na igreja do Ivan (irmão da Ana) e do Júlio e revi muita gente que me conhecia quando eu era pequenininha. Muito engraçado, porque eu não me lembrava de muita gente... com muita razão, né?!

Rio de Janeiro – É, já estou virando carioca! Foi a terceira vez que fui para o Rio esse ano, mas já deixo bem claro que nada de turismo, nunca dá tempo! O jeito é planejar uma viagem só para isso... ainda vai acontecer!
Dessa última vez fui para Campo Grande, para a igreja do Leandro, que foi aluno do primeiro semestre do curso.
Eles estavam tendo um Congresso de Jovens e meu pai falou na primeira noite antes de viajar para outro compromisso que ele tinha, me deixando com a dura tarefa de dar prosseguimento ao que ele tinha começado. Qualquer filho de pregador pode sofrer essa pressão... mas graças a Deus que Ele é meu Deus e não só dos meus pais! Sou filha e não neta! J

De manhã dei meu testemunho, desafiando os jovens a missões e a viverem 100% para Deus.

A noite eu devia pregar e tive uma experiência incrível. Eu tivera uma semana muito puxada antes de viajar e resolvi até faltar uma das aulas da noite para preparar a mensagem que iria pregar no Rio. Li, reli, pensei, orei, meditei e nada! Enfim decidi levar meus “caderninhos” de anotações e ver se conseguia decidir o que falaria durante a viagem, afinal seriam 7h. As 7 horas se passaram e nada de inspiração. Impressionante que eu não estava muito preocupada. Na sexta a noite, enquanto meu pai pregava, tive algumas idéias, mas muito fracas e ainda indefinidas. Sábado de manhã dei meu testemunho e depois fomos almoçar na casa de uma irmã da igreja, a mãe do líder dos Jovens, o Renato, que aliás nos fez comer atééééé!! Uma delícia! Depois de tão grande almoço e algum tempo de comunhão, voltei para a casa onde estava hospedada. Morta de cansaço não podia fazer nada antes de dormir um pouquinho. Quando acordei faltava pouco mais de 1h para sairmos para o culto. E o que eu não conseguira em dias, devia estar pronto em minutos! Comecei a ler alguns versículos e anotá-los e então decidi começar a escrever. Sobrenaturalmente, em questão de 20 minutos toda mensagem estava preparada, perfeitamente, com vários versículos fortes bem encaixados e eu sentia muita segurança da mensagem que eu deveria passar. A hora do culto chegou e, acredite, foi uma das melhores mensagens que já preguei, na maior calma que já tive, sentindo a maior graça que já experimentei! Foi INCRÍVEL! Quando terminei, não podia dizer nada além de “Graças a Deus”! Ele é maravilhoso! Quando ele opera de verdade é realmente impossível nos orgulharmos, porque fica muito claro que não merecemos e nem temos a capacidade de tal sucesso!

No dia seguinte também falei pela primeira vez em uma Assembléia de Deus. Foi na igreja de uma amiga minha de Moçambique, a Vera.
Eles estavam tendo um Congresso de Missões e ela me chamou para falar para os jovens. Foi muito gostoso e eles foram muito atenciosos. Além de, é claro, eu poder bater um bom papo com a Vera, minha amigona e conhecer muita gente a respeito de quem ela me falava!

Esterzinha e Vera


A Esterzinha é uma moçambicaninha que irmã da Vera adotou há vários anos! Linda, né?!

Jovens da Igreja de Campo Grande/RJ


Essa foto foi tirada bem depois DAQUELE ALMOÇO!!! Olha as caras de felizes!! :)

Eu e Aimê em Campestre

... - AGOSTO/2005

O restante do mês passou entre trabalhos de “escritório”, muita leitura, algumas saídas para evangelizar, ou simplesmente cantar na praça, e algumas visitas aqui e ali!

Um dos assuntos mais presentes na minha mente nos últimas dias do mês, e que tem continuado por esse mês de setembro é em relação a missões. Qual o papel de cada um: da igreja brasileira, de jovens com chamado, de contribuintes e de intercessores? O que precisa acontecer para que o potencial dos jovens seja liberado para cumprir seu destino em Deus? O que eu tenho a ver com isso? O que devo estudar, o que devo fazer, onde devo investir? Como é algo que ainda está no processo embrionário da minha mente, vou guardar para a próxima carta. Quem sabe tenho algumas conclusões, ou pelo menos algumas tentativas de conclusões!

Que Deus te leve a desafiar conceitos antigos, questionando o inquestionável e te levando a comprová-los ou a prová-los irreais!

Um grande abraço,

A serviço dele,
Com muita alegria,

Susana Walker.

quarta-feira, 14 de setembro de 2005

Isaías 66.18-24

“... vem o dia em que ajuntarei todas as nações e línguas; e elas virão, e verão a minha glória. Porei entre elas um sinal, e os que dali escaparem, eu os enviarei às nações, a Társis, Pul, e Lude, povos que atiram com o arco, a Tubal e Javã, até as ilhas de mais longe, que não ouviram a minba fama, nem viram a minha glória; e eles anunciarão entre as nações a minha glória.
E trarão todos os vossos irmãos, dentre todas as nações, como oblação ao Senhor; sobre cavalos, e em carros, e em liteiras, e sobre mulas, e sobre dromedários, os trarão ao meu santo monte, a Jerusalém, diz o Senhor, como os filhos de Israel trazem as suas ofertas em vasos limpos à casa do Senhor.
E também deles tomarei alguns para sacerdotes e para levitas, diz o Senhor.
Pois, como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, durarão diante de mim, diz o Senhor, assim durará a vossa posteridade e o vosso nome.
E acontecerá que desde uma lua nova até a outra, e desde um sábado até o outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Senhor.E sairão, e verão os cadáveres dos homens que transgrediram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e eles serão um horror para toda a carne.”


Missões existem para a glória de Deus
Missões existem para que Ele seja adorado
por todos os povos, de todas as nações, em todas as línguas!

Eu existo para a glória de Deus
Eu existo para que Ele seja adorado
por isso eternamente vou lançar minha coroa aos pés dele!

Que seja uma coroa grande, bonita, preciosa
Adornada por uma vida quebrantada e um espírito manso
Senhor cria em mim, pedras preciosas de grande valor
para que o seu Nome seja exaltado
para que eu tenha o que jogar aos teus pés eternamente
para que no último dia o Senhor seja entronizado!

ENTRE O CHARME E A REALIDADE

Tudo bem, tudo bem!
Um pouco foi charme,
um pouco foi irritação,
um pouco foi para saber: "Será que vale mesmo a pena?"

Não me entendam mal, não escrevo só para os outros lerem.
Amo escrever, é como oro, é como penso, é como recordo!
Mas para isso, tenho meus "caderninhos"!
Então me questionei: "Será que vale mesmo a pena?"

Mas depois de uma mensagem como a do Renato, como parar?
Já não duvido: "Sim, vale a pena!"
Não vou mais questionar! Basta saber que alguém lê e gosta!
É suficiente para mim...
Como a Anne disse, tem gente que lê, só não comenta... mas não tem problema!
E para a Carla: Thank you, but NO thank you! não precisa de campanha! :)

Irritação, cansaço, frustração, tristeza...
Não sou sempre assim...
Mas longe dEle...

Não tem como!

Problema identificado, problema resolvido!

Meu livro de capa preta,
O afgan que minha avó fez prá mim,
Meu almofadão,
O CD Passion Live
E meu caderninho!

Casa vazia,
pais em SP,
Samuka no trabalho,
Eu no chão!

Não vejo nada novo, '
Isaías é meio viajante,
Mas afinal de contas do que ele está falando,
Minha mente foi passear!

UAU, então é isso...
Atalaias incansáveis,
Humildes e contritos,
Todos juntos somos o barro,
Recompensas eternas,
Glória só prá Ele,
MISSÕES!


Eu não sabia, é um tesouro
O final de Isaías, como nunca tinha visto
Além da casca da Palavra, a vida que ali existe!

Deus é bom, Ele é fiel
Seu amor abunda
Seu perdão se renova
Ele é bom, Deus é fiel!

segunda-feira, 12 de setembro de 2005

TESTANDO... ALGUÉM DO OUTRO LADO?

Estou braba. Não! Irritada. Não! decepcionada...
Bom, sei lá o que estou, mas não é feliz, isso eu te garanto!
E isso tudo porque NINGUÉM COMENTA NO MEU BLOG! Eu nem sei se alguém vem aqui e lê algo, nem sei se vale a pena! Então vamos fazer um teste... vou deixar esse recado aqui até pessoas comentarem, e depois vejo se vale a pena colocar as news de agosto e outros pensamentos!

quinta-feira, 1 de setembro de 2005

Julho 00

Pessoal,
Aí está a Suka News de Julho.... demorou, mas chegou!!
Estou mandando por email, mas pq não colocar aqui tb, né!? Dividi em partes e vou colocar fotos nos intervalos assim que meu querido "Hello" voltar a funcionar!
Comece por Julho 1 e se tiver paciência vá até Julho 7! :)
Um beijão a todos,
Susana.

Julho 01

Alguém viu os meses passando?
Eles foram terminando e nem pediram permissão!
Tanta coisa aconteceu, muitos momentos preciosos e poucos ociosos! E, mais uma vez, demorei a escrever! Meu lema já está se consolidando: “Antes tarde do que nunca!” Aliás, já tenho falado isso há muito tempo... desde a época de colegial, quando criei um livro apócrifo. Logo em 1 Susana 1.1 está escrito: “Uma verdadeira amiga pode sempre tardar, mas nunca falhar!” Que coisa feia, né!? Criando heresias para justificar minhas falhas, desde tão novinha!!

O final de Junho foi muito especial. A turma de 30. alunos do CPP (Curso de Preparação Profética) teve seu encerramento e voltaram para suas casas. As últimas semanas foram muito preciosas, já que a convivência diária fez a turma tornar-se muito próxima. Tivemos a Noite da Renúncia, um tipo de Amigo Secreto, mas em vez de comprarmos um presente, damos algo pessoal! Foi muito gostoso!

Ganhei uma camisa oficial do Brasil e dei uma capulana Moçambicana

Julho 02

Eu e a Eliza, minha prima, nem participamos dos últimos dias do curso porque estávamos viajando. Fomos para um Encontro de Jovens na Bahia, na cidade de Feira de Santana. Fomos alguns dias antes para Itaberaba, rever alguns amigos e passar alguns dias com os irmãos lá. Esperava encontrar a Luiza, colega do CFNI, mas ela não pode vir (ainda mora nos EUA) L! Fica para a próxima. Mas em compensação, encontrei com o Davizinho e o Flavinho, dois colegas também do CFNI e conheci várias outros irmãos, além de falar para os jovens e adolescentes da igreja do Flavinho. Também visitamos o orfanato que a mãe do Davizinho, uma chácara onde vários órfãos encontraram um lugarzinho para serem bem recebidos e amados. Passamos uma manhã com as crianças, num tempo muito agradável e parte do nosso coração ficou ali!

Orfanato em Itaberaba

Julho 03

O Encontro de Jovens em Feira foi muito jóia! Conheci muita gente sobre quem ouvia falar, mas que nunca tinha encontrado. Foi um tempo muito gostoso e a presença de Deus foi muito real! Definitivamente, o povo baiano é um dos mais hospitaleiros e amáveis! O louvor é cativante! Fiz muitas novas amizades e revi velhos amigos!

A volta foi uma aventura. Saímos muito em cima da hora de Feira e pegamos um super congestionamento... acabamos chegando atrasados, perdendo o vôo e aí a aventura realmente começou. Esperar um vôo para SP a noite, chegar em Guarulhos 2h da madruga, pegar um taxi para a rodoviária do outro lado de sampa, esperar até as 4h30 para pegar o primeiro ônibus para Campinas e de lá para Monte Mor. Chegamos em casa umas 6h30 da manhã seguinte (segunda-feira)! E que cansaço!!

Eu dormindo no aeroporto

Julho 04

Aí descansar? que nada... já começar a preparar para o Encontro de Jovens de Campinas! Terça tivemos jejum e oração o dia todo pelo encontro, quarta ensaiamos o dia todo o teatro que íamos apresentar, quinta corremos atrás de detalhes (como canhões de luz, que tivemos que improvisar de última hora) e fomos para o encontro, que começou naquela noite!
Imagine só, chegamos de volta do encontro Domingo a tardezinha... exaustos! Dormi 14h direto... e só me recuperei mesmo depois de alguns dias! :)
Os dois encontros foram incríveis! No daqui tivemos uma missionária ministrando. Ela já passou 3 anos na Albânia, agora está em Goiânia, onde tem uma igreja que ministra a prostitutas e drogadas, tem uma escola de treinamento para missões, e falou muito do peso que tem pela Coréia do Norte e China. As ministrações dela foram impactantes... não teve um olho que não chorou em algum ponto da mensagem! Desafiou, abalou as bases mesmo!
O sentimento que ficou foi que o que temos que renunciar para Deus é tão pequeno comparado com o que Ele já nos deu e o que outros ao redor do mundo já estão renunciando. Só essa renúncia completa do nosso conforto e sonhos trará a perfeita vontade de Deus da teoria para a prática.

Personagens do teatro nos bastidores

Julho 05

Depois do encontro foi o tempo de um merecido descanso: FÉRIAS! Mas como nossa família não sabe descansar sem fazer nada, lá fomos nós para Brasília, visitar os parentes da minha mãe. Como está virando de praxe, meu pai adoeceu nos primeiros 3 dias das férias, de cansaço. Acho que enquanto ele continua correndo o corpo vai acumulando, mas quando pára, descarrega tudo! Graças a Deus ele melhorou rapidinho e pode descansar sem doença, no final! Tudo que fiz naqueles dez dias foi comer, dormir, comer, assistir filmes, comer dormir! Imagine se não ganhei todos os quilinhos que tinha perdido com a minha dieta da sopa de Junho! Mas valeu a pena!
Além disso, fui para Anápolis com o Johnny, a Eliza e a Faninha (primos), visitar a Anne (outra prima), tia Katharine (irmã do papai) e tio Astrogildo (marido dela). Fomos no dia 09, um dia antes do meu níver.
Participamos no lançamento do CD do Benjamim. Foi muito legal e ainda ganhei um bolo surpresa! Foi uma véspera de aniversário muito especial! No dia seguinte voltamos para Brasília.

Meu bolo de níver em Anápolis

Julho 06

Também fui com o papai e a Eliza para Goiânia. Foi uma passadinha muito rápida para visitar a missionária Ariadna e o trabalho deles. Conhecemos o marido e os dois filhos dela, e toda equipe que trabalha na igreja e nos projetos. Saímos com o grupo de evangelismo a noite para visitar os hospitais da cidade. Foi muito especial passar um tempinho com ela, uma mulher que em tão pouco tempo passamos a admirar tanto!

Eu e a missionária Ariadna

Julho 07

Voltamos para Monte Mor a tempo de colocar algumas coisas em casa em ordem e voltar a VIAJAR. Meu pai foi para Bariri, com meu irmão Sa, a Eliza e o Thiago, amigo nosso e eu fui sozinha para São Gonçalo, no Rio!
Ó meu biquinho por ter ido sozinha! Hehe... Que nada! É melhor viajar com companhia, mas não me importo viajar sozinha... gosto de viajar, ponto final!
Fui participar do acampamento de alguns jovens que conheci quando fui para SG no primeiro semestre em um congresso de outra igreja. Eles teriam alguns dias de ensinamento teórico e alguns dias de prático, saindo às ruas para falar de Jesus através de teatros, danças etc. Queria participar dos dois, mas não foi possível, pois não podia ficar muitos dias. Mas foi muito gostoso compartilhar com eles um pouco sobre missões e propósito. O tema era: “O caráter que precede a Missão!” Legal, né?! Foram dias especiais em que conheci melhor a galera que tinha só conversado rapidinho no início do ano. O acampamento foi organizado pela líder de jovens, Beth, e uma turma muito ativa e cheia de amor por Deus. Foi deles que fiquei mais próxima e por quem fui muito encorajada!

Claro que também aprendi algumas palavras muito úteis como: CARACA! – que pode ser utilizada em qualquer ocasião de exclamação, tanto para bem quanto para mal!! e CAÔ – gíria que quer dizer: papo furado, mentira! Hahahaha... me diverti muito! De cada 10 palavras que eles falavam 9 eram gírias, tinha que andar com dicionários ambulantes para entender!

Logo que cheguei do Rio, tive só alguns dias para preparar para o início do segundo módulo do CPP. E Agosto começou a todo vapor!

Por hoje vou ficar por aqui e em breve escrevo mais sobre esse mês que passou!

Essa vez foram quase só fatos! É que era MUUUITA coisa para contar! E ainda tem um mês todo de notícias, viagens, novidades, pensamentos! Hahaha... me aguardem! E se estiverem cansados, me mandem escrever um livro, em vez de ficar mandando emails! É o plano!

Um beijão a todos,

A serviço dele,
Com muita alegria,


Susana Walker.

LOVE

Teach me oh Lord how to love
w/ no strings attached
w/ no judgement or criticism
w/out expecting anything back
or expecting things in return.

Teach me to love oh Lord
Like you do, like you are!

A HORA VEM E AGORA É...

A hora vem e agora é...

... de deixar de lado todo embaraço
... de não viver mais para nós mesmos
... de amar 100%
... de entregar tudo!

A hora vem e agora é...

... do povo de Deus ser preparado
... do seu nome ser glorificado
... do amor ser liberado
... dos adoradores serem revelados!

sexta-feira, 12 de agosto de 2005

TUDO É UMA QUESTÃO DE EXPECTATIVA...

... MAS EXPECTATIVA NÃO É TUDO!

... se eu morasse na China
... se eu fosse casada
... quando voltar prá Moçambique
... quando estiver na casa nova
... quando voltar para o Brasil

Um dos erros mais comuns que podemos cometer é o de pensar que se a situação fosse diferente então seríamos diferentes, melhores. Se eu vivesse em tal lugar, se minha família fosse de tal jeito, se eu fizesse tal coisa... ENTÃO, eu seria feliz, então eu realmente poderia viver a vida de Cristo, então eu seria bem sucedido no que fizesse.

A verdade é que se não sou diferente hoje, agora, não seria diferente em outras situações, por melhores que fossem. Claro que algumas coisas melhorando poderiam ser um incentivo para mudar outras, mas é ilusão pensar que mudanças exteriores resolverão nossos problemas interiores de falta de motivação, falta de disciplina, falta de frutos.

Nós transformamos o ambiente em que vivemos de acordo com nosso estado interior. Podemos ter o estado exterior (ambiente) perfeito, mas se nosso interior estiver problemático isso sem dúvida repercutirá no exterior, maculando o que poderia ser perfeito.

A lição disso é que não devemos sempre esperar o amanhã para que as coisas sejam mudadas, melhoradas.

Esperar que quando casarmos tudo vai melhorar...
Quando vivermos em tal país seremos mais espirituais...
Quando estiver em tal igreja, tal cidade, tal curso...
A mudança deve começar do nosso interior!

Não esperarei o amanhã para viver plenamente!

Se não posso viver essa realidade que sonho hoje, aqui... quem disse que amanhã poderei?

domingo, 31 de julho de 2005

São Gonçalo - AcampInverno


Não tirei muitas fotos no acamp, mas aí estão algumas delas...
... eu e o Henri (pronuncia-se ANRIIII)...
... eu e a Raquel (muito jóia essa menina)...
... uma galerona...
... e um cara dormindo no ônibus de volta, não resistimos, tiramos uma foto!
haha....

Teria muitas outras pessoas especiais para colocar aqui, mas como falei, não tirei muitas fotos!

quinta-feira, 28 de julho de 2005

DE VOLTA DO RIO...

Cheguei hoje de um acamp em São Gonçalo, no Rio. Uns 50 jovens reunidos num sítio!
Foi muito gostoso rever alguns que eu já conhecia, mas não conhecia muuuuito e passar mais tempo com eles... além de conhecer uma galera nova!

Caracaxxx, sinixxxtro, caô, bixxcoito... foram algumas das palavras inseridas no meu vocabulário! Que engraçado, e eles ainda diziam que EU tinha sotaque!! Se liga, meu!!

Hoje eles iam deixar o teórico e passar para a prática, num evangelismo em uma praça da cidade; amanhã vão de casa em casa e no sábado vão ter outro evento no sítio mesmo para as pessoas que vivem ao redor! Queria tanto ter ficado para pelo menos um dia do prático... mas o dever me chama!
Domingo começa o segundo módulo do Curso de Preparação Profética! Tantas milhares de coisas para fazer e eu nem sei por onde começar.

Meu pai chega, eu saio; eu chego, meu pai sai! Essa tem sido a história dessas últimas semanas!
Graças a Deus por 10 dias de folga no início do mês... se não fosse por isso, eu estaria entrando em parafusos, mas como descansei direito, agora estou a todo vapor para o que der e vier!

quinta-feira, 21 de julho de 2005

MATEUS E O DESTINO



Esse é o Mateus! Ele tem mais ou menos 3 anos e foi encontrado quando já vivia na rua há 3 meses sozinho, com uma pneumonia séria e outros arranhões. Foi levado ao orfanato de Itaberaba e estava lá há uma semana quando o visitamos.

Ele nos cativou. Nem sabe falar bem, embola todas as palavras, mas expressa-se muito bem. Chega perto, toca, "conversa", aponta, faz sinais... enfim, comunica-se! Uma criança muito especial!

Agora imaginem que legal: uma semana depois que estivemos lá, um amigo, Claudinho, com quem estudei no CFNI/Dallas, também foi visitar o orfanato com sua esposa Joanna, americana, com chamado para trabalhar com crianças de rua do Brasil. Eles tb foram cativados por Mateus e decidiram adotá-lo. Passaram a apoiá-lo desde então, mas pretendem entrar com os papéis para adotá-lo definitivamente! Não é maravilhoso!? Fiquei tão feliz por ele!

Definitivamente uma criança especial! Deus tem algo para a vida dele!

quinta-feira, 7 de julho de 2005


Olha que lindo que um amigo da BA fez!! Chique, n�!?

segunda-feira, 4 de julho de 2005

$ OU LÁGRIMAS - o que vale mais?


Foto tirada no 6o. Encontro de Jovens... nada montado...
Alguém ajoelhou ali, chorou e uma moeda deve ter caído...
Eu vi e fiquei pensando... prá vc pensar tb!

RENÚNCIAS E "A LISTA DE SCHINDLER"

Lembra-se do filme "A Lista de Schindler"?
Lembra-se de que no final do filme, quando tudo acabou, depois de tudo que Schindler fez, ele olhou para um broche seu, sem muita utilidade, se arrependeu, chorou e disse: "Esse broche poderia ter salvo a vida de mais um judeu!"?

Muitas vezes ao assistir aquilo pensei: "Ele já fez tanto, não devia se sentir culpado!"
Mas durante o último encontro de jovens, tudo fez sentido para mim.


Entendi:

.. que podemos fazer muitas coisas boas, mas ao mesmo tempo nos apegar a alguns "broches" inúteis, sem entender que eles serão patéticos, sem sentido e nos farão sentir grande arrependimento, quando a guerra acabar!

...que as renúncias que fazemos hoje, podem parecer grande. Às vezes pode até parecer que não poderemos viver sem aquilo que estamos entregando. Mas na verdade, no final, o que não vai fazer sentido é o que nos recusamos a entregar.

... que todas as coisas são insignificantes comparadas à razão porque renunciamos tudo!


Decidi:

Não quero chegar ao fim da vida e perceber, como Shindler, que eu podia ter dado mais de mim, que me apeguei a algo insignificante e vou ter que para sempre pensar:
"COMO FUI SER TÃO BURRA E PATÉTICA!?"


Não vou deixar para me arrepender então...
Hoje vou me arrepender...
Hoje vou entregar meus broches...
Hoje vou viver a renúncia total...
Hoje vou dizer SIM para Deus...
Para amanhã viver livre de arrependimentos por épocas que não posso fazer voltar!

terça-feira, 14 de junho de 2005

DIETAS E LIÇÕES

PELA PRIMEIRA VEZ NA MINHA VIDA RESOLVI FAZER UMA DIETA!!

Desde que cheguei de Moçambique, matando a saudade da comida deliciosa da minha mammy, engordei 4 quilinhos em questão de um mês. O ápice foi quando uma calça que ganhei quando cheguei (e servia) já não fechava! Fiquei irada... mas fazer o que?! Me contentar e acostumar com a vida de gordinha! hehe... até parece... nem tava tanto assim, mas as gordurinhas estavam começando a aparecer e cada vez que eu ia me trocar tinha que experimentar várias blusinhas pq nenhuma combinava com os pneuzinhos em crescimento.

Enfim, minha priminha Anne me apresentou uma super dieta de desintoxicação (http://geocities.yahoo.com.br/reginannn/Dieta.htm) , para perder 4kgs em uma semana. Eu e a Eliza resolvemos experimentar! E o resultado!?!?

Bom... além da fome... da extrema vontade de comer... dos sonhos com comida e coisas do gênero... NÓS DUAS EMAGRECEMOS PELO MENOS 3 KGS... e eu divaguei... de tudo isso tirei uma lição... e como não podia deixar de ser, escrevi a respeito!!


God gives us food to survive,
Money to supply for our needs,
Joy to keep us going on,
Sleep to renew our strength...

But since He wants us to depend on Him and not on these things;
since He wants our focus to be on Him...

He asks us to fast,
He asks us to tithe,
He asks us to cry for the World,
He asks us to have an all night prayer meeting...

Not because He needs that,
and not because He wants us to suffer.
But because He knows we need that,
some times...
for a while...
We need to take your hearts from the earthly needs
and focus on our greatest need,
that is Him!

terça-feira, 7 de junho de 2005

I want...

I want to read about life,
Write about life,
But don’t want to stop living the life!

I want to reach many,
Know many, love many,
But never at the expense of the “deep few”!

I want to do a lot,
Accomplish great things,
But never stop doing things whole heartily –
Giving my all into each thing and caring for the little important ones!

I want to think, I want to meditate,
To contemplate, to analyze,
But I also want to be spontaneous,
Live surprised, act irrationally, do things in the spur of the moment.

I want to enjoy life,
To be content, satisfied,
But always want to know there is something more,
There is something else I must strive for and yearn for.

What do I want?

segunda-feira, 30 de maio de 2005

FEAR???

There was a time I thought I wasn’t scared,
I thought I was brave.
I searched through my mind,
I looked in my heart,
For weeks I thought about it,
For months I couldn’t find it,
I feared nothing! I was brave!

Or so I thought, or so I figured!

Today I found it,
Hidden in a small corner,
Away from my eyes,
Hidden from my thoughts:
A fear, an insecurity!

I fear loosing time!
I fear wasting days!
I fear not doing what I’m supposed to do
I fear not accomplishing what I must!

Oh my! What should I do?
How can I fight this?
It is in me, it is part of me!

So my prayer today is
Lord,
Give me patience
And give me wisdom!

Patience not to do something stupid
To not run before God
Patience to wait for His time
To be still and know that He is God!

Wisdom to not go the other extreme
To not be negligent and procrastinate
Wisdom to use my time wisely
But not be anxious and stressed!


So Lord, in a time we must be radical
Giving our all unto you
Help me be balanced in this area
And bring glory just to you!

segunda-feira, 23 de maio de 2005

sábado, 14 de maio de 2005


SE SENTIREM UM TERREMOTO, JÁ SABEM PORQUE!!

quarta-feira, 11 de maio de 2005


Relembrando as semanas de loucas idas para dar
aula de inglês em Campinas...

segunda-feira, 9 de maio de 2005

Me, Me! Pick Me!

Centenas de pessoas na Terra
E Deus encontra Enoque
Milhares de pessoas na Terra,
E Deus encontra Noé,
E Deus encontra Abraão,
Ele encontra Moisés, encontra Davi,
Encontra Daniel, Ezequiel e cada um dos profetas.

Bilhões de pessoas na Terra,
E Deus procura alguém.
Ele procura um homem, uma mulher,
Um jovem, uma criança!

Sem modelos para copiar,
Sem líderes para seguir,
Eles seguiram adiante,
Obedecendo esse Deus invisível.

Sem sequer conhecê-lO,
Sem nada visível em que crer,
Seguiram-no sem exitar,
Conhecendo-o passo a passo.

E hoje? Quem será escolhido?
Quem será achado?

Aquele que não segue padrões,
O que vai além da mediocridade,
Que não se conforma com o normal.

Senhor, acha-me
encontra-me
escolhe-me

Quero seguir o invisível,
Conhecê-lO ao obedecê-lO,
Seguir adiante passo a passo,
E cumprir todo Seu propósito.

domingo, 1 de maio de 2005

ONE THING FOR SURE

There are so many paths
So many roads worth traveling through,
There are so many areas
So many causes worth giving our lives to.

But there is only one good and perfect will
Our heavenly Father’s will
A will worth following,
A will worth seeking,
A will worth giving our all to,
And even dying for!

That’s what I seek
Day after day, hour after hour.
I don’t want to walk astray,
I don’t want to be distracted,
I just want to live day after day,
Hour after hour, on your perfect will!

terça-feira, 26 de abril de 2005


Meu priminho Artur (LINDO) e eu

ESMALTES E PESSOAS

Estive pensando... que perigo!

Será que a cor do meu esmalte tem alguma coisa a ver com minha personalidade?

Está rindo, né?! Mas é verdade... explico:

Na última quarta-feira passei vinho nas unhas, pela primeira vez. Minha inspiração foi uma carioca muito bacana que conheci no feriado da Semana Santa. Ela estava usando vinho! Achei tão lindo e, pela primeira vez, deu a maior vontade de passar. Já tinha passado azul, verde, mas vinho, era algo novo! Pois então, passei logo antes de viajar para visitar meus parentes em Brasília!

Saí de casa a tardezinha, tinha que pegar uma van (lotação/perua - como quiser chamar) para a rodoviária e lá fui eu, com meu esmalte mal seco e muita empolgação. Para minha surpresa, entra na van um pregador, evangelista, todo engravatado, no maior calorão! Ele distribuiu umas folhas velhas cobertas com plástico, enquanto falava sem parar. Suas palavras, assim como aquelas escritas no papel eram vazias. Falavam de amor ao próximo, tentavam exortar à doação, mas sem base, sem dados ou fatos concretos. Seco, duro, sem graça! Fiquei tão triste! Pensar que uma pessoa com tamanha boa vontade, coragem e disposição gastava tanto suor para tão pouco resultado!
Pensei em como eu não poderia criticá-lo, já que ele estava fazendo algo que eu não estava... talvez devesse!
Mas por outro lado... será que os filhos de Deus não podem mostrar um pouco mais de "profissionalidade", ou em outras palavras, ser um pouco mais eficientes, objetivos, claros no que fazem? Fiquei pensando em como aquele sincero obreiro, seria muito mais eficiente, se em vez de simplesmente apelar para a "caridade" de pessoas desconhecidas e desconfiadas da van, mostrasse um folheto com mais fatos, falasse um pouco do que seu grupo estava fazendo para ajudar ao próximo, tentasse passar integridade e não só colocar culpa nos passageiros que não ajudavam!
"In the spur of the moment" (ou talvez afetada pelo esmalte vinho) perguntei para ele o que mesmo era o que eles faziam naquela instituição. Só para confirmar minhas desconfianças (de que ele fazia tudo de boa vontade, mas sem muita competência), ele disse que isso não era setor dele, era papel de outras pessoas; a parte dele era só, "ser humilhado pelas pessoas" e arrecadar dinheiro para uma obra que ele não sabia qual era!
No final a conversa foi para o lado errado, pois ele me perguntou de que igreja ela e tive que confessar que sou de uma igreja sem nome que vive brigando para saber se é ou não igreja! :)
Enfim, tentei o máximo não discutir (especialmente com uma platéia cativa ao redor), mas mostrar-lhe que o fato de minha "igreja" ter nome ou não, e ter prédio ou não, não modificava o fato de ele realmente, desesperadamente precisar saber o que era feito do dinheiro que ele arrecadava!
Ele saiu um pouco atordoado, com certeza pensativo... será que foi o esmalte?!

Depois que desci da van, andei até a rodoviária cheia de animação. Ainda faltava meia hora para meu ônibus sair e eu podia praticar um dos meus hobbies: observar pessoas! É super divertido!
Mas nesse dia, não sei se por causa do esmalte, nem deu muito para observar pessoas, antes de puxar papo com um garoto que também esperava por um ônibus.
"Que horas são?" - "Que horas é o seu ônibus?" - "Para onde você vai?"
Foi o início de meia hora de papo. Dessa vez sobre esportes radicais. Ele morava em Brotas, estava morando em Campinas para fazer cursinho. Brotas - terra de esportes radicais - rafting, rapel!! Já viu que foi conversa que me interessou... se eu sei bem do assunto, ninguém sabe - mas que o esmalte ajudou, ajudou!

Meu ônibus chegou... para completar minha tarde/noite descontraída e conversadeira com estranhos, sentei do lado de um Sul Africano. Quem diria, em pleno São Paulo... era de Durban, estava fazendo intercâmbio, só 3 meses no Brasil, mas já falava bem o português. Papeamos em inglês... tudo bem que tava escurecendo, mas sei que o esmalte ajudou!!

Na hora de dormir fiquei pensando: "Puxa, viajo tanto sozinha. Às vezes converso com uma ou outra pessoa, mas nunca com tantas pessoas tão rapidamente! O que será que deu em mim?" Só consegui chegar a uma conclusão:

Foi culpa da Faninha... minha prima que passou o esmalte vinho em mim!! :)

segunda-feira, 25 de abril de 2005

domingo, 17 de abril de 2005

DE VOLTA AO LAR

Monte Mor, 13 de abril de 2005
DE VOLTA AO LAR, LOUCO LAR...

Já faz mais de dois meses que cheguei em casa e muitos amigos têm me perguntado, por email, se eu estava aproveitando minhas férias, ou o meu descanso em casa. “Bem” – é minha resposta - “Estou gostando de estar em casa, mas não é nada parecido com férias ou descanso!” Férias foram os dois meses em Moçambique, Zimbabwe e Romênia: viajando, passando tempo com amigos preciosos, conhecendo novas pessoas, vendo novos lugares e aproveitando cada segundo...
Agora em casa, o tempo pode ser descrito mais como uma maratona do que como férias!! J

O que eu tenho feito?
Bom, essa é uma pergunta difícil de ser respondida! Nas primeiras duas semanas eu tive que mudar minhas espectativas e me acostumar com o fato que eu não conseguiria fazer tudo o que eu queria na rapidez que eu gostaria! Seria impossível e frustrante se eu tentasse, simplesmente porque haviam muitas outras coisas para fazer(além do que eu esperava) e muitos imprevistos e demoras!

Ministério:
No fim de Janeiro, fui para um encontro de jovens que meu pai tinha planejado. Falei uma noite (bom, chorei mais que falei sobre Sora Maria – senhora romena sobre quem escrevi na última carta) e participei das reuniões dos próximos dois dias, quando meu pai e minha prima pregaram.

Durante o Carnaval (não, não fui pular no Rio, nem na Bahia) participei de um acampamento de jovens em uma igreja Vineyard em Bauru, com meu pai, meu irmão e uma amiga, Marcella. Pregamos lá e em outro acampamento na mesma cidade de outra igreja. Os jovens lá foram muito receptivos e tivemos um bom tempo no louvor. Eles tinham um ótimo grupo para dirigir, com músicas traduzidas do inglês (que eu conhecia, ehh!) e outras que eles tinham escrito (muito boas)!

Durante a semana de Páscoa, passei 5 dias no Rio. Tinha sido convidada para um Congresso de Jovens, desde o início de Fevereiro. Eu não conhecia ninguém lá. Eles tinham ouvido de mim, por um rapaz (que eu também não conhecia), mas que tinha vindo nos encontros em Campinas e conhecia minha família! Imagina!?
E foi ótimo!! Três igrejas participaram, bem distintas uma das outras. Uma mais conservadora e outras bem liberais! Foi interessante ver a boa interação entre os jovens mais “normais” que amavam a Deus, mas tinham um perfil mais “comum” com os outros mais “doidinhos”, que também amavam a Deus, mas livres das drogas, expressavam esse amor de maneira mais, digamos, “extravagante”! Enquanto alguns demonstravam sua adoração com um levantar de mãos compenetrado, outros pulavam, rolavam, gritavam!! Todos parte do mesmo corpo!
Bom, só preocupou um pouco o pastor da igreja conservadora, quando viu “seus” comportados jovens começarem vir à igreja de shorts!
Mas nada que não fosse solucionado! :)
O Espírito Santo estava bem presente em várias reuniões, especialmente durante o tempo de louvor e adoração. Compartilhei sobre missões em uma das manhãs e fiquei muito feliz em conversar com vários jovens que estavam sentindo um chamado para servir a Deus dessa maneira!
Eles precisam de direção, treinamento, conselhos! Irão precisar de insentivo e muita ajuda dos seus líderes! Oro para que Deus mantenha essa chama acesa nos seus corações e que direcione o fogo no rumo certo!

Ajudando meu Pai:
Uma das principais razões porque voltei para o Brasil foi para ajudar meu pai nas muitas coisas que ele faz. Foi no final de fevereiro que realmente comecei a me envolver mais com isso.

Uma das áreas em que tenho ajudado é planejando eventos: Encontros de Pastores, de Jovens, da Impacto (http://www.revistaimpacto.com.br/)! No final de Fevereiro eu ajudei nos bastidores (como diz minha prima Eliza) de um Encontro de Pastores e também pude participar das reuniões. Foi um grande privilégio, já que a Palavra foi muito profunda.

Depois disso começamos a organizar os uma base de dados de contatos. Meu pai tem emails, endereços e telefones espalhados em vários lugares diferentes (com várias pessoas que o ajudam em diferentes projetos). Então, estamos tentando organizar tudo junto para poder estar facilmente em contato com quem geralmente está interessado em participar dos eventos!

Pouco depois do Encontro de Pastores, o “Curso de Preparação Profética” começou. É como uma escola bíblica, com duração de 4 meses. Os alunos vêem de todos os lugares do Brasil (do Acre ao Rio Grande do Sul). Esse semestre também temos alguns internacionais: dois de Portugal, uma moça dos EUA e uma brasileira que estava vivendo na Bolívia. A maioria deles já têm certa profundidade na Palavra e já tiveram algum ministério em suas igrejas locais. Eles vêem para um tempo de busca, oração e renovação das mentes através de aprender mais da Palavra de forma consistente. (http://www.revistaimpacto.com/new/index.php?action=cpp)
A ênfase é buscar o coração de Deus para Sua Igreja HOJE, e qual o nosso papel na preparação da Sua Noiva Gloriosa.
Algumas das aulas são: As Sete Alianças, Evangelho Profético, Intercessão Profética, o Caráter do Profeta, Dons do Espírito e a História da Igreja.
Esse semestre tenho assistido a maioria das aulas, como aluna, e também ensinado uma matéria: O Sentido Profético das Festas.
Além disso, tenho ajudado nas saídas dos alunos nos finais de semana. Como a teoria deve estar sempre unida à prática temos visitado uma Casa de Recuperação de Drogados, visitado Grupo de Jovens nas igrejas para construir relacionamentos e feito Evangelismo na Praça onde o pessoal fica nos sábados a noite (apelidado: Bobódromo). Todos da equipe da escola têm ajudado em uma das saídas, e por isso, e só por isso, fui capaz de manter minha sanidade! J

Vida Pessoal:
Já consegui colocar a maioria dos meus documentos em ordem. Cinco anos fora do Brasil, um assalto onde todos meus documentos (os que eu tinha pelo menos) foram roubados, me deixaram completamente “desdocumentada”. Então tive que tirar: outro CIC, título de eleitor e transferir minha carteira de motorista... que só consegui essa semana! Tanta burrocracia... como diria meu pai.

Nos finais de semana, visitei alguns parentes que vivem mais próximos e outros amigos!

Qual a cena do futuro?

Longo prazo:
África, Moçambique, Afrika Wa Yesu estão ainda bem fortes no meu coração e mente. Em tudo o que tenho planejado, levo em consideração como aquilo será útil ou não para “quando eu voltar”! Eu sinto que preciso investir na minha vida, nesse tempo aqui, de maneira a tornar-me mais útil e relevante às necessidades que vi.
Ainda não sei quando, como e o que farei, mas há muitos sonhos e desejos. O que resta é saber quais são os pensamentos de Deus sobre esses planos e desejos. Tenho certeza que, assim como tem sido até aqui, Ele continuará me guiando de forma definida. Uma coisa que tem ficado muito claro para mim é: “É vontade de Deus que nós façamos Sua vontade!”
Então se buscamos fazer Sua vontade, não precisamos temer, Ele não nos enganará!

Curto Prazo:
Talvez começarei a ensinar Inglês em uma escola em Campinas. Estou na semana de treinamento e provavelmente começarei a dar aulas na semana que vem.
É uma ótima escola. Eles só trabalham com empresas multinacionais, têm um nível bem exigente e um bom salário!
Se tudo der certo vai ser muito bom, já que estou seriamente considerando a possibilidade de fazer um curso técnico de enfermagem que custa $$$!
Como disse, não faltam planos!! Só preciso encontrar quais deles estão no coração de Deus para esse tempo! E é aí que estou agora, buscando Deus me mostrar para onde ir, o que fazer e como investir meu tempo durante essa época aqui no Brasil!

Em resumo, isso é o que tem acontecido aqui! Vocês sabem que eu poderia escrever uma página de cada parágrafo acima, mas (relaxem) não farei isso! E tentarei escrever mais frequentemente para não ser tão looooooooonga! J

Espero ouvir de vocês também! Tenham um dia maravilhoso!

À serviço dEle,
Com muita Alegria,

Susana Walker.

sábado, 19 de fevereiro de 2005

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2005

ROMANIA AND ALL THAT

Monte Mor, São Paulo, Brasil

2 de Fevereiro de 2005

Do calor da África, ao frio da Europa…

Como já tinha escrito antes, Dezembro foi um mês de viagens, lindas paisagens africanas e tempo com algumas das pessoas mais preciosas que conheço! Conforme o final do mês se aproximava, minhas expectativas da próxima etapa cresciam: ir para a Romênia!


Como surgiu a idéia dessa viagem!? Bom, a Simona, da Romênia foi para Inhaminga em Março/2004. . Eu havia conhecido a Simona no Cristo Para as Nações em 2001, mas nós não chegamos a conversar muito até que ela foi visitar Moçambique em 2002 por seis semanas, depois de novo em 2003 dessa vez por três meses e por fim nos tornamos ótimas amigas no ano passado!

Ela tem estado envolvida especificamente com ministério de crianças e durante esse tempo minha admiração por ela cresceu muito. Posso dizer que nunca vi alguém que ministrasse às crianças com tanta proximidade e se envolvesse tanto na vida de cada uma delas. Sua determinação, constância e compaixão era fonte de inspiração para cada um de nós.

Durante esse ano ela me convidou para ir com ela e visitar seu país e família. No início eu pensei que seria impossível! Depois passei a pensar que talvez até fosse possível, mas muito complicado! Por fim, vi que Deus poderia abrir todas as portas e fazer tudo funcionar! E foi o que aconteceu!
Então no dia 30 de Dezembro eu cheguei a Budapeste, na Hungria, onde a Simona foi me buscar com sua irmã e cunhado. Eles até me deram um tour por aquela linda cidade, antes de irmos para Oradea, na Romênia, onde eles vivem. Na Romênia eu e a Simona fizemos TANTAS coisas! Foram duas semanas cheias de dias interessantes e intensos!


Entre outras coisas, nós cruzamos o país de trem para visitar o tio dela, diretor de uma escola associada ao Cristo Para as Naçoes; visitamos alguns amigos dela em várias cidades; vimos conventos, castelos e fortalezas; caçamos neve (esse tem sido o inverno mais ameno em 50 anos lá, quase sem neve, então tivemos que procurar neve nas montanhas... onde pudemos escorregar e esquiar, pela primeira vez para mim!); compartilhamos em várias igrejas e grupos de jovens; participamos de três entrevistas de rádio; visitamos o orfanato da Corina (irmã da Simo) e passamos um tempo maravilhoso com a família dela! Tudo foi muito mais do que eu tinha esperado: uma experiência inexquecível!

Nós fomos a várias igrejas, cada uma bem diferente da outra. Algumas eram bem conservativas, outras mais liberais. Em muitas delas tínhamos que usar lenço na cabeça, já que esse é o costume das mulheres de lá e na maioria delas não é permitido uma mulher pregar... então nós “compartilhamos” e “desafiamos”! J Compartilhamos sobre o que Deus tem feito em Moçambique e como Ele tem sido maravilhoso para nós, desafiamos a juventuto a viver uma vida apaixonada por Deus e incentivamos a igreja a levar o peso de oração por Moçambique. E eles oraram, algo que romenos realmente gostam e sabem fazer! Um dos melhores visitas na minha opinião foi na igreja do cunhado da Simo, em uma das vilas ao redor de Oradea. O culto durou cinco horas, mas nem deu para sentir que foi tão longo! Alguém compartilhava a palavra, então cantávamos um pouco, outro pregava, mais música e assim por diante. No meio do culto as luzes se apagaram, mas nada os incomodou e o culto continuou no escuro (lembrando muitos dos mais velhos dos tempos do comunismo, quando isso era muito comum) até que as luzes voltassem.

Havia um outro grupo de visitantes que também compartilhou nessa igreja. Eles pertenciam à uma comunidade cigana de uma cidade perto da capital, Bucareste. Eles testificaram de como Deus entrou de maneira maravilhosa em suas vidas, livrando-os da violência e ódio em que viviam, de como a igreja de ciganos está crescendo incrívelmente e como Deus está operando milagres em suas famílias, inclusive levantando mortos e curando cegos. Eles todos também cantavam! Foi uma experiência e tanto!

Durante aquelas duas semanas houveram experiências muito marcantes, mas eu vou escrever só uma delas, porque eu sinto que essa foi uma das maiores razões porque eu creio que Deus me permitiu ir para a Romênia: conhecer uma das amigas da Simona. Seu nome é Maria, e eles chamam-na de Sora Maria (Irmã Maria). Ela tem por volta de 70 anos e vive em uma vila perto de Bistrita. No momento em que entrei no seu pequeno e simples quarto eu pude sentir uma diferença na atmosfera: a presença de Deus. Os minutos e horas voaram enquanto conversávamos com ela… bem, ela conversavam em romeno com a Simona e ela traduzia pedaços para mim. Em alguns momentos a conversa se tornava tão intensa que ela não podia traduzir na hora (me disse o que ela falou depois), mas quase não importava porque a presença de Deus ia além do intelecto e da compreensão do que ela dizia. Depois de cinco horas, eu sabia que minha vida nunca mais seria a mesma. Ali, na minha frente, estava uma senhora completamente entregue para conhecer e servir a Deus. E quando eu digo completamente, quero dizer COMPLETAMENTE! Ela não tinha nenhuma outra ambição, desejo, ou sonho! Era a pessoa mais “morta para si” que já conheci, a pessoa mais parecida com Jesus. Enquanto eu olhava para ela, e ouvia sua intensidade ao falar sobre seu “amado”, eu percebi quão distante ainda estou de onde Deus me quer e o quanto Ele ainda tem que me quebrar e me moldar... e ao mesmo tempo que fui cheia da alegria de uma esperança, de que É POSSÍVEL ser tão parecido com Jesus ainda aqui na Terra vi que É IMPOSSÍVEL por nós mesmos sem a graça miraculosa de Deus!

Não posso agradecer a Deus o suficiente por me permitir fazer essa viagem, colocando as pessoas certas no meu caminho, como a Simona e sua família! Obrigada família Caba!